Ajude-nos: Avise-nos caso o anúncio não condiga com este site!
 
: Cadastre-se : Navegue aqui:
Especiais
Apocalipse (2)
Bíblia (1)
Comentários (3)
Deus & Jesus (6)
Diversos (20)
Evangelismo (8)
Família (6)
Finanças (1)
Igreja (9)
Jovens e Adolecentes (1)
Musica e Louvor (24)
Oração (1)
Palavra da Fé (14)
Pecado (3)
Polemico (8)
Reflexões (32)
Teologia (14)
Testemunhos (2)
Vida Cristã (29)
Anderson Alcides (4)
Cristiane T. Menezes (5)
Damião B. de Alencar (4)
Daniel Tavares (2)
Diversos (14)
Douglas Araujo Falcão (2)
Eduardo M. Andrade (1)
Elias Pinheiro (8)
Geiza Moura de Lima (3)
João Guilherme (1)
Juvenal F. S. Filho (7)
Marcio Barreto (3)
Mauro C. Graner (27)
Paulo Christiaanse (2)
Pr. Célio Alves da Silva (2)
Pr. Ivaldo Costa (6)
Pr. Luciano P. Subirá (2)
Pr. Luis Carlos (3)
Pr. Otoniel F. Menezes (14)
Pr. Paulo R. Barbosa (30)
Pr. Paulo S. Barreto (3)
Pr. Raul de Sousa (13)
Pr. Valdir F. Menezes (7)
Pra. Janethi T. Menezes (4)
Rafael Gomes Portela (6)
Robson A. C. Olate (4)
Rodolfo N. da Silva (1)
Sheder Chagas (6)
 
Os artigos contidos neste site são de responsábilidade exclusiva de seus autores ou colunistas que os introduziram no site. Eles também podem não representar inteira ou em partes a opinião deste veículo de comunicação.
Artigo / Pecado / Diversos
Pecados do sexo
Todos os desejos impuros e as paixões degradantes são pecados graves aos olhos de Deus por serem transgressões da lei do amor (Ex. 20.14) e profanação do relacionamento conjugal. Tais pecados são severamente condenados nas escrituras e colocam o culpado fora do reino de Deus (Rm. 1.24-32; I Co. 6.9,10; Gl. 5.19-21).

A sexualidade em si não é pecado, mas as pessoas abusam e pervertem o sexo, usando o de modo pecaminoso, errado, impróprio.

Quase todos os pecados nós vencemos, encarando-os, confrontando-os, tendo como base a Palavra de Deus, mas quanto aos pecados do sexo, deles a Bíblia diz: "Foge".

Parece que a mais potente arma de Satanás nestes últimos dias é a imoralidade sexual.

Os pecados do sexo, mais comuns da presente geração:

a) Adultério: um pecado sexual cometido por solteiros e casados.

b) Fornicação (gr. porneia): ampla variedade de práticas sexuais, pré ou extramautais. Tudo que significa intimidade e carícia fora do casamento é claramente transgressão dos padrões morais de Deus. (Lv. 18.6-30; 20.11,12,17,19-21; I Co. 6.18; I Ts. 4.3).

c) Permissividade: um pecado mais praticados por solteiros.

d) Homossexualidade: atração erótica entre indivíduo do mesmo sexo.

e) Pornografia: literatura obscena, vista, lida, falado, ouvida, comummente chamada de "arte".

f) Masturbação: "Provocar o gozo venéreo pelo contato das mãos". Talvez você pense que pode, com a masturbação, experimentar certo grau de satisfação sexual: todavia, esse hábito certamente afastará você do propósito com que Deus lhe conferiu os poderes sexuais. I Co. 3.17.

g) Sodomia: pervesão sexual... sexo anti-natural; pervertido; anormal como: sadismo; masoquismo; fetichismo; voeirísmo; bestialismo; incesto; pedofilia; gerofilia; tara. Entre as taras estão a analfilia; amilofilia; felatofilia; estupro, etc.

Todos os desejos impuros e as paixões degradantes são pecados graves aos olhos de Deus por serem transgressões da lei do amor (Ex. 20.14) e profanação do relacionamento conjugal. Tais pecados são severamente condenados nas escrituras e colocam o culpado fora do reino de Deus (Rm. 1.24-32; I Co. 6.9,10; Gl. 5.19-21).

h) A imoralidade e a impureza sexual não somente incluem o ato sexual ilícito, mas também qualquer prática sexual com outra pessoa que não seja seu cônjugue. Qualquer intimidade sexual entre jovens e adultos solteiros e pecado contra a santidade de Deus e o padrão bíblico da pureza. Deus proíbe, explicitamente, "descobrir a nudez" ou "ver a nudez" de qualquer pessoa a não ser entre marido a mulher legalmente casados (Lv. 16.6-30; 20.11,17,19-21.)

i) Lascúra (gr. aselgeia): denota a ausencia de princípios morais, principalmente o relaxamento pelo domínio próprio que leva à conduta virtuosa I Tm 2.9. Isso inclui a inclinação à tolerância quanto a paixões pecaminosas ou ao seu estímulo, e deste modo a pessoa torna-se partícipe de uma conduta antibíblica (Gl. 5.19; I Pe. 2.2,18).

Fonte: MRP
Criada: 27/03/2002

Adicionar em seus favoritos Recomende esta página para um amigo Imprimir este artigo
Outros Estudos do Autor:
14/11/2002 - Palavra da Fé - Segue-me
17/10/2002 - Evangelismo - A serpente levantada no Deserto
27/03/2002 - Polemico - Divórcio, uma realidade que não pode ser ignorada
27/03/2002 - Vida Cristã - Solidão
27/03/2002 - Vida Cristã - O amor humano; seus fatos e fenômenos
27/03/2002 - Família - Problemas de comunicação
27/03/2002 - Jovens e Adolecentes - Jovens: Vício e drogas
27/03/2002 - Polemico - Influências perigosas
27/03/2002 - Família - Crescimento espiritual no lar
27/03/2002 - Pecado - Sexo no casamento
27/03/2002 - Pecado - Pecados do sexo
27/03/2002 - Pecado - O sexo não é pecaminoso
27/03/2002 - Família - Propósito de Deus no casamento
27/03/2002 - Família - Quando o namoro é prejudicial

Veja aqui todos os artigos do autor
Comentário Enviados
 
Deixe seu comentário Enviar para um amigo
Atenção: Todas as mensagens envidas são de inteira responsabilidade daqueles que as enviam. As mensagem serão publicadas em ambiente aberto sem moderação prévia, caso tenha algum problema entrar em contato com os administradores do site. Não deixe de ler o termo de uso do site.

Nome:

E-Mail:

Imagem de Segurança:

Digite o Código da Imagem de Segurança:

Comentário:


Remetente
Seu Nome:
Seu E-Mail:
Destinatário
E-Mail:
Mensagem:
 
Publicidade
ContatoDivulgueNo que cremosPublicidadeQuem somosTermos de uso
Network Gospel Brasil
Contatos: contato@netgospel.com.br | Parcerias: parcerias@netgospel.com.br
NGB © Copyright - Todos os direitos são reservados